2022-05-12 - Caminhões

Manutenção do caminhão: As 5 peças de caminhão que mais dão problema

Manutenção do caminhão: As 5 peças de caminhão que mais dão problema

Como já sabemos, no setor de transporte de mercadorias, os veículos passam bastante tempo nas estradas, percorrendo inúmeros quilômetros para cumprir entregas e prazos por todo país. E para assegurar que as viagens ocorram da melhor forma possível, é imprescindível um cronograma de revisões, a realização de ajustes específicos e a troca de peças do caminhão que apresentarem algum problema. Somente dessa maneira será possível evitar falhas mecânicas e elétricas, e também reduzir custos e ter tranquilidade durante os trajetos.

 

Leia também: Manutenção preventiva, preditiva e corretiva de caminhões: Quais as diferenças

 

Pensando nisso, criamos este post para falar sobre as peças de caminhão que apresentam problemas com maior frequência. Continue a leitura e saiba quais são essas peças e como é possível evitar possíveis transtornos.

 

Mas, afinal, quais são as 5 peças de caminhão que mais dão problema?

 

1. Motor

 

O motor corresponde ao “coração” do caminhão, por isso não deve ser substituído com frequência, e sim inspecionado de forma periódica, já que caso ele falhe durante uma viagem, o motorista pode ficar desamparado no meio do trajeto. Sendo assim, é importante realizar uma vistoria  antes e após os percursos.

 

>> Conheça os Programas de Manutenção da Volvo e rode com segurança <<

 

Alguns pontos devem ser acompanhados mais de perto, como injeção de combustível, nível de óleo, nível do líquido de arrefecimento e nível de força para movimentar o veículo. Já que, caso o motor apresente um desempenho muito baixo, é provável que ele “beba” mais diesel ou trave ao transportar cargas pesadas. Por isso, fique de olho e se antecipe!

 

2. Suspensão

 

A suspensão de um veículo de grande porte deve ser robusta e resistente, para caso acontecer alguma falha que provoque instabilidade nas curvas, por exemplo, a probabilidade de uma colisão ou tombamento seja minimizada.

 

É essencial verificar e acompanhar os desgastes de peças, como amortecedores, buchas e molas. Sempre que esses componentes apresentarem desgastes acentuados, troque-os rapidamente! E  não rode com o veículo neste estado, já que é melhor ficar parado do que colocar a segurança do motorista ou em perigo.

 

3. Embreagem

 

Nos caminhões a embreagem sofre um pouco mais que nos automóveis, já que por se tratar de uma carga pesada a embreagem se esforça mais para dar conta. Por esse motivo, em cargas pesadas a embreagem pode falhar com maior frequência

 

Quando o mecanismo de engate de marchas é danificado, a caixa de transmissão sofre prejuízos constantes, o que ocasiona na troca de todo o sistema. Portanto, esteja atento aos sinais que os componentes apresentarem, como ruídos, trepidações e pedal duro, pois apenas dessa maneira você identifica o problema prematuramente e o resolve o quanto antes.

 

4. Freios

 

Este é um dos principais componentes que garantem a segurança do veículo e do motorista. Por possuir um maior peso, os freios do caminhão precisam ser mais eficazes, já que devem agir em paradas mais difíceis. Sem a manutenção adequada, o risco de acidentes é alto.

 

Por isso, fique ligado a qualquer sinal dos freios do caminhão e faça revisões periódicas.

 

Leia também: Três dicas para o freio do seu caminhão durar mais tempo

 

5. Faróis

 

Quem trabalha na estrada dia e noite, sabe da importância dos faróis para qualquer veículo. Percorrer as estradas no escuro, sem sinalização ou com ela danifica, não é nada seguro.

 

Leia também: Justiça autoriza novamente a aplicação de multas por farol desligado

 

Felizmente, essas peças são de fácil manutenção e podem ser consertadas rapidamente. Verifique sempre as condições das lâmpadas e, inclusive, deixe algumas extras na cabine para o caso de alguma emergência.

 

Plus: Pneus

 

Você provavelmente já encontrou “cascas” de borracha nos acostamentos das estradas. Esse é um alerta que comprova que os pneus necessitam de cuidado extra e devem estar nessa lista, já que demandam trocas periódicas. As causas de desgaste são:

 

  • Excesso de carga;

  • Ausência de alinhamento e balanceamento das rodas;

  • Calibragem incorreta;

  • Impactos com obstáculos.

 

Os pneus também sofrem degradação natural e por serem um dos itens mais caros de um caminhão, são normalmente utilizados de forma prolongada. Porém, essa negligência aumenta a probabilidade de algum desses componentes estourar ou furar durante as viagens. Fique de olho e troque seus pneus sempre que precisar!

 

E é possível evitar possíveis transtornos?

 

Sim, é possível evitar o desgaste de peças que quebram com maior frequência. Confira algumas das nossas recomendações:

 

  • Opte pela direção defensiva: Ao evitar acelerações exageradas, freadas bruscas e curvas acentuadas em alta velocidade o desgaste do motor e de outros componentes é aliviado;

 

  • Respeite o peso de carga do caminhão: Ao rodar com peso em excesso e sobrecarga o caminhão infringe a lei e coloca a saúde do caminhão em risco. O ideal é respeitar o limite de carga recomendado pelo fabricante e pelas autoridades;

 

  • Utilize a embreagem corretamente: Utilizar a embreagem de forma irregular pode comprometer a integridade e o desempenho das peças do conjunto. Por esse motivo, você deve usá-la da maneira correta, respeitando a velocidade que corresponde à cada marcha, além de não descansar o pé no pedal;

 

  • Abasteça com combustível de qualidade: Abastecer com combustível de procedência duvidosa prejudica o motor, danifica o escapamento, entope os bicos injetores e aumenta o consumo. Por isso, abasteça somente em locais que tenham qualidade comprovada e garanta a saúde do seu motor.

 

O que você achou deste conteúdo? 

 

Esperamos que você tenha gostado do nosso artigo e achado as informações úteis. Para ficar por dentro de mais conteúdos como esse, fique atento ao nosso blog

Simule o financiamento do seu caminhão

Preencha os dados abaixo para simular o valor das parcelas.

Valor da entrada: 20%

(Minimo 20%)

Valor da entrada:

parcelas de

Encontre uma concessionária

Clique abaixo para localizar a concessionária mais próxima de você:

Encontrar
Faltam:
para a maior promoção do ano