ligue agora: 0800 643 4443 - de segunda a sexta-feira das 8h às 19h.

Caminhões e conectividade: 4 termos que você precisa saber

 

         A cada dia que passa, a tecnologia apresenta novos recursos. Telefones, computadores e até eletrodomésticos estão conectados à internet com funções que facilitam nossas tarefas diárias. No setor de transporte não seria diferente, e a tecnologia pega carona em caminhões, ônibus e carros. O sistema de marchas inteligentes da Volvo e o Dynafleet, software de gestão de frota, são dois exemplos.

 

         A ideia principal da conectividade é transmitir uma grande quantidade de informações e de dados por meio da internet sem fio de um ponto para o outro, como veículos que compartilham seu desempenho com a central. Relatórios sobre quilometragem percorrida, localização atual do caminhão, níveis de combustível e de óleo podem ser acessados pelo smartphone ou pelo computador em qualquer lugar.

 

         A conectividade também ajuda a reduzir o número de paradas não planejadas, alertando previamente o motorista ou a transportadora sobre o desgaste das peças e dos componentes dos caminhões. Os dados gerados tornam as revisões mais rápidas e precisas, reduzindo custos e o tempo parado do caminhão.

 

O beabá da conectividade

 

1. Conectividade: é a base que permite que os dados sejam transmitidos em grande escala. A conectividade atual com tecnologia inteligente é resultado de conexões sem fio com a internet. A conexão 3G ou Wi-Fi do seu smartphone é um exemplo de conectividade.

 

2. Big Data: grandes volumes de dados e informações que podem ser analisados para gerar ideias para tomar melhores escolhas. O big data está mais perto do seu dia a dia do que você imagina. O recurso pode ser utilizado, por exemplo, para escolher quais publicações aparecem na sua rede social e até gerar estatísticas no esporte.

 

3. Armazenamento na Nuvem: serviço de internet que armazena e distribui informações. Você pode acessar arquivos e executar tarefas pela web. Fotos de redes sociais e vídeos do YouTube, por exemplo, estão armazenados na “nuvem”. Você pode acessar qualquer conteúdo sem ter que usar um CD ou DVD.

 

 

4. Internet das Coisas: é um conceito de que os objetos do dia a dia, desde eletrodomésticos até meios de transporte, podem estar conectados à internet. Hoje, as TVs já usam a internet para acessar outros conteúdos. A tendência é que todas as “coisas” do seu dia a dia estejam conectadas à internet.

 

 

Posts Relacionados