Ligue agora: 0800 643 4443

2018-04-17 - Segurança

Presenciou um acidente na estrada? Saiba o que fazer

Você sabe como agir quando há um acidente na estrada? Separamos para você os principais cuidados necessários que você deve ter nessa situação. Sua segurança é essencial nesse momento e é preciso saber como se proteger. Confira!
Presenciou um acidente na estrada? Saiba o que fazer

Infelizmente, as rodovias brasileiras são um cenário comum de acidentes de trânsito. Quem costuma rodar muito pelas estradas pode acabar presenciando esse tipo de situação e é preciso saber quais cuidados devem ser tomados.

A sua segurança deve ser colocada em primeiro lugar para evitar novos acidentes. Caso a ocorrência não esteja sendo atendida por profissionais, você deve encontrar um espaço seguro para estacionar seu veículo, como um posto de combustível ou algum comércio próximo. Se você ficar no acostamento, há um grande risco de atropelamento ou colisão. Após estacionar no local adequado, peça ajuda via telefone para os Bombeiros (193), SAMU (192) ou concessionária responsável pela rodovia. Informe a situação, o número de vítimas envolvidas e o local do acidente com o máximo de exatidão que conseguir.

Se for possível, ajude a sinalizar o acidente com os materiais que estiverem à disposição: triângulo, os próprios faróis dos veículos que estão prestando socorro ou até mesmo galhos. Isso pode ajudar a evitar novos acidentes e fazer com que outros motoristas desviem.

Se houverem vítimas em estados mais graves, o certo a fazer é não tocá-las, movimentá-las ou dar comidas e bebidas a elas. Segundo Nivaldo Bautz, engenheiro de Saúde e Segurança do Trabalho da CART, "essas ações podem agravar ferimentos internos ou externos da vítima”. Caso estejam conscientes, Bautz orienta a conversar e acalmar a pessoa informando que o socorro está a caminho.

Entretanto, se você passar por um acidente que já está sendo atendido, deixe a curiosidade de lado e siga viagem. “A curiosidade pode, muitas vezes, ser a culpada de um novo acidente. A atitude de parar ou até mesmo diminuir a velocidade aumenta o risco de colisão, principalmente traseira”, complementa Nivaldo Bautz.

Para continuar ligado em todos os assuntos do mundo estradeiro, acompanhe sempre o blog e siga nossas redes sociais: Facebook | Instagram 

 

 

 

Este artigo foi produzido com base em pesquisa realizada nos principais canais de informação do mercado de transporte. As afirmações contidas aqui não necessariamente representam o posicionamento da Volvo.

Simule o financiamento do seu caminhão

Preencha os dados abaixo para simular o valor das parcelas.

Valor da entrada: 20%

(Minimo 20%)

Valor da entrada:

parcelas de

Encontre uma concessionária

Clique abaixo para localizar a concessionária mais próxima de você:

Encontrar