Ligue agora: 0800 643 4443

2019-05-07 - Segurança

Os benefícios do comboio

Os benefícios do comboio

Cada dia mais perto de se tornarem frequentes nas estradas europeias, os platooning, em português pelotões de caminhões, estão sendo testados pelos fabricantes de veículos pesados para ajudar a melhorar a qualidade do transporte, das rodovias e do meio ambiente.

 

O método, que consiste em fazer viagens em blocos controlados por um sistema eletrônico, garante mais segurança aos motoristas na estrada, além de reduzir os impactos ambientais causados pela emissão de CO2 na atmosfera e o consumo de combustível dos veículos que seguem o comboio.

 

A estratégia leva em consideração a teoria de que o caminhão continuará sendo o protagonista do transporte de cargas futuramente, tendo, inclusive, um volume de mercadorias três vezes maior do que o atual, o que exigirá melhores condições de trânsito e maior eficácia na execução do transporte.

 

A opção de viajar em comboios já é analisada há certo tempo, por isso, os fabricantes europeus estão desenvolvendo projetos para que o método se concretize no continente. No primeiro semestre de 2016, o projeto holandês Platooning European Challenge 2016 uniu platooning das principais marcas de caminhões, que saíram de seus países de produção diretamente para o Porto de Roterdan, na Holanda.

 

O projeto realçou a viabilidade do sistema, que incorpora, em sua fase inicial, a direção semi-independente e foi muito positivo e serviu para evidenciar o argumento da direção autônoma dos caminhões, além de mostrar que todos os fabricantes querem se unir em relação a isso, uma vez que todos se juntaram para participar do projeto inicial.

 

Uma ideia para reunir todos os fabricantes, é a de que, em breve, os automóveis, de diferentes marcas, poderão fazer parte do mesmo comboio. A fim de que isso aconteça, a empresa ZF exibiu, em setembro do ano passado, um padrão de rede para a formação de comboios para caminhões de marcas distintas. A iniciativa faz parte do projeto Essemble, co-financiado pela União Europeia, que tem como meta introduzir a estratégia de transporte com diversas marcas na Europa até 2021.

 

Em seu plano de ideias tecnológicas, a ZF divulgou uma engenharia que proporciona a criação desses platooning, contando com sensores de câmera e radar, o supercomputador AF ProAI, o sistema de direção eletro-hidráulico e o de transmissão. Nesse caso, será possível que os veículos funcionem de forma independente à reação do motorista, podendo assim, reduzir a distância entre os caminhões.

 

Segundo a empresa, os automóveis são interligados por meio de uma comunicação direta, se mantendo em uma distância ideal para constituir o pelotão, e projetados para poderem frear e fazer curvas em tempo real, seguindo as direções do caminhão líder, e, caso o mesmo ultrapasse as marcações da pista, as funções autônomas de direção manterão os demais veículos na faixa certa. Esse planejamento traz como resultado a diminuição do consumo de combustível em 10% em comparação com o consumo no modo de transporte atual.

 

Após ser testado diversas vezes, a ZF defende que o projeto tem grandes chances de se tornar cada vez mais comum no cenário rodoviário, incluindo o norte americano, onde o processo do platooning já está em desenvolvimento.

 

Quer saber mais sobre como as novidades do mundo automobilístico? Continue ligado aqui no blog e siga nossas redes sociais: Facebook | Instagram

 

 

Este artigo foi produzido com base em pesquisa realizada nos principais canais de informação do mercado de transporte. As afirmações contidas aqui não representam o posicionamento da Volvo.

Simule o financiamento do seu caminhão

Preencha os dados abaixo para simular o valor das parcelas.

Valor da entrada: 20%

(Minimo 20%)

Valor da entrada:

parcelas de

Encontre uma concessionária

Clique abaixo para localizar a concessionária mais próxima de você:

Encontrar